domingo, 18 de outubro de 2009

Por razões óbvias...



Algumas razões de ser e acontecer são tão óbvias, que as pessoas costumam ignorá-las. É partir do pressuposto de que já se sabe aquela verdade, afinal ela é tão evidente, que acabamos deixando que ela se minorize e suma no emaranhado de importâncias que pairam em nossas considerações. Por exemplo (a quem possa interessar):

- É por razões óbvias que eu tenho um problema com horários. Partindo do princípio que eu trabalho de madrugada, nada mais natural que eu precise de uma ajuda (uma ligação, que seja) para estar pronto no horário certo. E é por razões óbvias que em meia hora eu não esteja pronto. Partindo do princípio de que sou um paciente pós-operatório, nada mais óbvio que eu demore 15 minutos para fazer aquilo que fazia em 5 minutos, mas...

- É por razões óbvias que eu aceitei o serviço que eu não poderia aceitar. Partindo do princípio de que você é quem eu amo, é lógico que eu vou tentar ajudar. Nada mais natural, portanto, que você perceba minha boa vontade e esforço, ao invés de me tratar como se eu estivesse fazendo nada mais que minha obrigação – por pagamento, mas...

- É por razões óbvias que eu não posso ser seu amigo. Partindo do princípio de que você me traiu de todas as formas possíveis e imagináveis, abusou da minha confiança, e ainda usa as pessoas ao seu redor para garantir o sustento do seu “sucesso”... é natural que eu fuja de você como o Diabo foge da Cruz, mas...

- É por razões óbvias que eu não te dou mais atenção, meu anjo. Eu me revelei apaixonado por você, e diante de sua impossibilidade de se apaixonar por mim, nada mais natural que eu me afaste lentamente. Afinal, é doloroso demais ter você assim... só pela metade... mas...

- É por razões óbvias que eu me afastei de você, e não posso ser mais o seu “Tonzinho”. Além de você já ter um amor em sua vida, este relacionamento sempre foi platônico de minha parte, eu sempre soube. Mas você não precisava quebrar o encanto da poesia, me colocando no meu devido lugar... mas...

- É por razões óbvias que eu gostaria de estar aí, junto de você. Mesmo dentro de sua natureza “bipolar”, tenho a impressão de que você expressa ao menos um pouco de carinho por mim, seja lá qual for a face que esteja na superfície, fazendo você agir. É reconfortante saber que posso ser acarinhado por alguém, seja pelo seu lado bom, ou pelo seu lado “mau”... mas...

- É por razões óbvias que eu não te mandei nenhum e-mail até hoje. Sei que você vai ler nas entrelinhas de meus textos, e em seus sonhos eu sempre apareço dando pistas de como estou. Não quero mais te procurar quando estou mal, ou te deixar mal por não estar bem. Também não sou uma novela que você pode seguir, mesmo que por preocupação. Temos que viver... e não pode mais haver simbiose, mas...

- É por razões óbvias que eu ainda não fui te visitar. Te amo com toda a minha alma, mas você, hoje, representa algo que eu temo. Você deu um passo em direção à vida adulta e responsável, você gerou outra vida. Eu ainda estou relutante, meio Peter Pan, querendo ficar aqui no meu mundinho encantado... e como você representa tanto pra mim, te ver crescida vai me obrigar à crescer. Eu preciso disso, mas...


... é tão difícil fazer a coisa certa!

Comentando Comentários
Obrigado pelos comentários! E vamos comentá-los, então...

Anônimo: Pois é... rsss... eu também queria muito receber um texto assim de alguém também! ^^ Bjus!
Mãeteiga Derretida: Novidades "médias", serve? rsss
Cris: ^^
Cah: =/ E de que adianta ficar lindo apaixonado... se me sobra tanta falta...

8 comentários:

Cáh disse...

é por razões óbvias que escrevemos e não falamos...

beijoos!

Anônimo disse...

É... estou chegando a conclusão de que não pode mais haver simbiose mesmo, já que nem sonhos mais tenho contigo. As coisas estão mudando, e a meu ver, pra ruim, mas... acho q vou deixar mudar.
Beijinho

Pucci disse...

É por todas as razoes obvias e não tão obvias que eu te amo. :)

;)

Da Silva disse...

Estreito é o caminho que leva à salvação. Fechar com o certo sempre dá mais tabalho.

forte abraço

Mãeteiga Derretida disse...

Acho que tem um pedacinho aqui pra mim? rsrs
Bjinhusssssss

TiagoLott disse...

é por razões óbvias que escrevemos e não falamos...[2]

fica mais fácil se abrir com um editor de texto. Nos tornamos mais sinceros

Karla Moreno disse...

Faço das palavras da Cáh, as minhas! =]

beijao querido,
Kakau =]

Pimentinha disse...

é por razões óbvias que escrevemos e não falamos... [4]

um texto melhor q o outro (babei =p) bJUH