quinta-feira, 9 de abril de 2009

Unsent II

"Unsent" é uma musica da Alanis Morissette, onde ela canta trechos de cartas que ela nunca enviou. Abaixo está meu segundo "unsent", ou seja, coisas que escrevi... mas nunca enviei...

[...] E minha vida parece entrelaçada à sua até o final, assim como minhas opiniões parecem ser decifradas apenas por você. Acho que nunca existirá alguém que me entenda com tamanha perfeição e precisão, e tão rapidamente. Nunca houve enganos e maus entendidos entre nós. É uma pena que nossos caminhos tenham tomado rumos tão diferentes e, hoje, não tenhamos muito futuro.

[...] Me lembro do seu jeito cheio de respeito ao tratar comigo. Sua paciência e tolerância. Lembro das conversas, do tango, do piano e de Tchaikovsky. Mas saiba que eu soube que você não era realmente daquele jeito... porém, foi assim só pra mim. Então eu acho que no fim fui eu quem me aproveitei de você. E me faz bem, hoje, pensar assim.

[...] Eu sei que você tentou me curar, mas você não sabe disso. Foi eficiente nos primeiros cinco minutos, enquanto mostrava uma certa inocência, mas depois me deixou ainda pior. Sua voracidade me deixava sem fôlego, e isso não era necessariamente bom. Mas de qualquer forma foi muito bom conhecer você... agora sei que pessoas são muito mais do que a superfície que demonstram!

[...] O momento romântico à luz de estrelas não foi nada, se comparado ao seus olhos carinhosos debaixo do chuveiro. Mas eu chorei ao te ver me ignorando no dia seguinte, e depois, e depois, e depois... Quero que saiba que você foi sim importante pra mim: foi minha paixão mais infantil e curta, durou cerca de cinco dias e passou quando conheci outras três paixões, no sexto dia...

[...] Você pegou em minha mão e me mostrou que existe um parque naquela escuridão daquele clube. Me fez sentir um homem mais livre. Foi uma pena descobrir que você tinha “outros”... poderíamos ter vivido uma bela história. E veja bem, hoje eu tenho amigos, amores e muito mais, e você está aí... que ironia!

[...] Eu cresci com você. Foi bom caminhar ao seu lado enquanto eu não sabia do que você era capaz. Eu senti que morreria para que você pudesse brilhar. E me assustei com o fato de não ter valorizado minha vida. Ao seu lado eu senti o amor e as dores mais fortes de minha vida, e descobri que posso viver ainda que momentaneamente. Talvez um dia eu encontre alguém legal, especial, como você fez...


Meu primeiro "Unsent".

Um comentário:

Pucci disse...

que legal isso ...

Vo copiar :P será que consigo publicar coisas que nunca enviei? hum... vou pensar a respeito :)

"O momento romântico à luz de estrelas não foi nada, se comparado ao seus olhos carinhosos debaixo do chuveiro. Mas eu chorei ao te ver me ignorando no dia seguinte, e depois, e depois, e depois... Quero que saiba que você foi sim importante pra mim: foi minha paixão mais infantil e curta, durou cerca de cinco dias e passou quando conheci outras três paixões, no sexto dia.."


voce eh tudo!