terça-feira, 10 de março de 2009

Eu não sou seu amigo


Meus olhos cruzaram novamente com os teus. E na cabeça uma profusão de pensamentos me dizia o que não era melhor a se fazer. Entre a mágoa e o ressentimento, o medo e a solidão, concluí que você não me queria ali... queria apenas “alguém”. Foi assim que pensei:

Ora, veja bem. Eu não sou, simplesmente, “alguém”! Eu sou aquele que esteve do seu lado, que amou a tua pele, que beijou sua história, que assumiu um compromisso com teu futuro. Eu sou aquele que morreu antes da vida acabar, enquanto entregava meus últimos suspiros em suas mãos. Eu fui o fantasma que vagou do teu lado para que você pudesse brilhar e experimentar a vida, e quando chegou a tua vez de me ajudar... !

Agora você vem abraçando o mundo com suas pernas largas. Querendo gozar da vida o que ela pode lhe oferecer de melhor. E ainda quer extrair de mim o pouco que restou? Você quer manter sua vida ao lado de pessoas que você diz não confiar, por que te fazem graça. Quer viver ao lado de quem te ama, sem que você ame de volta, num verdadeiro “namoro de polaroid”. E agora vem me buscar para ser aquele ombro que você não tem?

Tenha dó!

Dessa forma, entenda, eu não sou “alguém” com quem você possa conversar trivialidades. Não quero saber dos teus projetos, da tua vida, dos teus medos. Não quero sentar com você no banco da praça e rir da vida. Não quero tentar te ajudar a resolver seus problemas. Eu sou mais importante do que isso, eu sei! Eu não sou um estranho que pode te ouvir falar de futuros. Não sou teu amigo, namorado, muito menos um amante. Não sou um “qualquer”!

Desde o dia em que você não está mais aqui, a memória já me lacera, não preciso que sua presença faça isso também... Eu não sou, simplesmente, “alguém”.

3 comentários:

blog disse...

hum massa, tipo: eu tenho valor =p

Cáh disse...

'tenha dó, não mereces o afago, nem de Deus nem do diabo, quanto mais da mão, que um dia eu dei pra ti!'

MateusDka disse...

Eh, Cah... essa música tocou no meu coração enquanto eu vivia o momento.

Pra quem desconhece, chama-se "Descoberta", de "Los Hermanos". Vale a pena...